Prefeitura inicia passos para implementação do Arquivo Público Municipal

Prefeitura inicia passos para implementação do Arquivo Público Municipal

O arquivo público municipal destaca-se como um órgão indispensável para o planejamento, controle, transparência, eficácia e efetividade da administração municipal, assegurando o cumprimento da Constituição Federal de 1988, ficando responsável pelo conjunto de documentos produzidos, recebidos e acumulados pelos demais órgãos públicos municipais. É com esse entendimento que o Governo Municipal está buscando a implantação desse sistema de Gestão Documental, e na última terça-feira(14) dois especialistas do Governo do Estado na área (arquivologista do Arquivo Histórico do Estado de Goiás Gustavo Lopes e o coordenador do arquivo da SEGPLAN Fabrício da Silva) estiveram em Cocalzinho ministrando uma palestra sobre implementação da gestão documental nos municípios, após a palestra, foi realizado uma vistoria técnica nos arquivos das secretarias e órgãos municipais, para a elaboração do relatório que facilitará no planejamento da implementação do Arquivo Público Municipal. Os técnicos em arquivologia foram recebidos pelo prefeito Alair Ribeiro, assessor jurídico Ulisses Miguel, o secretário de administração e finanças Ronaldo Assunção, o ex-diretor do arquivo municipal e atual superintendente de trânsito, Marcus Polo e outros servidores.

“O intuito é que o arquivo municipal funcione o quanto antes, para que possamos resgatar a memória e a história do município e em especial manter a preservação dos documentos da administração pública, em conformidade com a legislação, por isso agradeço o esforço e a dedicação de vocês nesse projeto”, relatou o prefeito aos arquivistas.

“Dos 246 municípios goianos apenas um possui um Arquivo Público nesses moldes, o prefeito Alair e a sua equipe estão de parabéns pela iniciativa de implantar esse projeto”, afirmou Gustavo Lopes.

Vale destacar que além de recorrer aos especialistas goianos, a administração também está buscando auxílio no Governo do Distrito Federal, o objetivo é realizar um acordo tripartite, tendo em vista que Cocalzinho faz parte da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE. “Procuramos os representantes do Arquivo Público do Distrito Federal – ArPDF e de Goiás que já estão nos auxiliando nessa demanda, sabemos que essa questão é importantíssima para ambos, devido a localização de Cocalzinho e seu contexto histórico que envolve Goiás e o DF”, destacou Marcus Polo.

Para dá seguimento no assunto, uma nova reunião com a presença dos representantes do município, do Estado de Goiás e do Distrito Federal será marcada para discussão desses passos de implantação do Arquivo e assinatura do termo de cooperação técnica.