JUSTIÇA DETERMINA DESOCUPAÇÃO DE LOTEAMENTO CLANDESTINO, EM COCALZINHO

JUSTIÇA DETERMINA DESOCUPAÇÃO DE LOTEAMENTO CLANDESTINO, EM COCALZINHO

O juiz da Comarca de Cocalzinho de Goiás Dr. Levine Raja Gabaglia Artiaga, concedeu medida liminar na ação civil pública para desocupação do loteamento clandestino próximo do Córrego Pedra Fincada, manancial de água potável da população desta cidade.

A área da invasão é de particular que não atendeu as medidas ambientais para aprovação de empreendimento imobiliário e a determinação judicial é para evitar danos ao meio ambiente e às pessoas que podem ser ludibriadas na venda de imóvel em loteamento clandestino.

O prefeito Alair ressaltou que “ninguém fará loteamento sem a infraestrutura (asfalto, meio-fio, água, energia elétrica e outros), pois a população merece total respeito, e em outras gestões foram realizados loteamentos sem cumprir a lei de parcelamento de solo. A Polícia Militar foi acionada para garantir o cumprimento da decisão judicial.

Clique aqui para visualizar a Decisão Liminar.