.

.

.

Para reduzir despesas, prefeito anuncia a diminuição do próprio salário e do secretariado

Os municípios vêm sendo penalizados por falta de recursos financeiros que ao longo desses meses caíram drasticamente, o motivo segundo os governos Federal e Estadual é a crise que toma conta do país.

Cocalzinho de Goiás apesar da atual situação, ainda consegue avançar e honrar com seus compromissos financeiros pagando servidores, prestadores de serviços, fornecedores e mantendo os serviços básicos em pleno funcionamento ao contrário de muitos municípios, mas o momento segundo o prefeito Alair é de extrema cautela, se faz necessário enxugar a máquina pública reduzindo as despesas para que a sociedade não seja prejudicada.

Na última segunda feira (05) o prefeito juntamente com o vice prefeito, os secretários e assessores tomaram algumas medidas para reduzir gastos, dentre elas a principal proposta é a redução dos salários do próprio prefeito e vice, chefe de gabinete e de todos os secretários em um mil reais cada, economia mensal de cerca de 15 mil reais ao cofres do município. Outras medidas foram propostas como: criar turnos entre os servidores para diminuir gastos com alimentação e reduzir o uso de maquinários e viagens para economizar combustível, medidas estas que já vinham sendo tomadas, mas agora serão intensificadas.

“Estamos reduzindo nossos salários, nossos serviços, alguns servidores tiveram que ser dispensados, tiramos gratificações de servidores, tudo isso pensando na população em geral que não pode ficar sem os serviços básicos que envolvem a Saúde, Educação e a Coleta de Lixo”, afirmou o prefeito.