.

.

.

Prefeito e vereadores vistoriam as obras que estão sendo realizadas nos assentamentos

O Governo Federal através do INCRA liberou um recurso no valor de mais de 1 milhão destinado aos assentamentos existentes no município para construção de barragens, perfuração de poços artesianos, construção de ponte na estrada eixo de um dos assentamentos e a reforma da SEDE da Agricultura Familiar e Assentados da Reforma Agrária. Algumas obras já iniciaram e quarta feira (23/10), o prefeito Alair acompanhado dos vereadores José Alves Dantas popular “Galego da Farmácia”, Jaime de Melo, popular “Zerinho” e do Diretor de Agricultura, Aparecido Feitosa, realizaram uma visita nos locais para ver de perto o andamento das obras. Uma das barragens, a ponte e a reforma da SEDE já foram iniciadas, a perfuração dos poços artesianos, cerca de 8, serão iniciadas posteriormente.

Para Alair a conquista do recurso em parceria como o vereador Edimar Bezerra mudará a qualidade de vida dos assentados, “muitas dessas famílias são simplesmente jogadas aqui, sem recursos e infraestrutura necessária para começar uma nova vida, o que estamos fazendo aqui é pouco, mas com certeza é o inicio de uma longa caminhada produtiva, por isso estaremos sempre acompanhado de perto as obras, para garantir que cada centavo investido aqui, faça valer a pena”.

Além disso, as autoridades ainda reuniram-se com alguns assentados, que na ocasião solicitaram mais alguns benefícios ao Executivo, tais como: maquinário para a execução de atividades mais pesadas, auxílio na liberação de documentos necessários para que a situação das famílias se tornem cada vez mais regular, como exemplo a CCU – Certificado de Concessão de Uso e o cadastro no PNHR – Programa Nacional de Habitação Rural, podendo assim serem beneficiados com mais recursos através do Governo Federal.

Em resposta Alair relatou que em poucos dias, enviará algumas máquinas para atender as demandas nos assentamentos. Com relação a documentação e outras questões burocráticas, o Diretor de Agricultura, Aparecido Feitosa, já está trabalhando para solucionar os impasses e explicou que em certos casos a morosidade não é por parte do Governo local e sim do governo Federal.

Reunião: