Secretário de Meio Ambiente participa de reunião sobre os resíduos sólidos (Corsap)

Nesta quinta feira 20/11 mais uma reunião para tratar dos ajustes do Consórcio de Manejo de Resíduos Sólidos e das Águas Pluviais da Região Integrada do Distrito Federal e de Goiás – CORSAP foi realizada no Palácio do Buriti em Brasília. O Corsap tem por objetivo promover a gestão ambientalmente adequada dos resíduos sólidos na região, viabilizando a coleta seletiva, a reciclagem, a destinação final dos resíduos não reciclados e a inclusão de catadores de materiais recicláveis. O secretário de meio ambiente de Cocalzinho de Goiás José Francisco esteve presente na reunião representando o município.

A proposta do consórcio e construir três ou quatro grandes aterros na região dos participantes do consórcio (Abadiânia, Água Fria de Goiás, Águas Lindas de Goiás, Alexânia, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cocalzinho, Corumbá, Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Pirenópolis, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso de Goiás, Vila Boa e Vila Propício) onde cada município ficaria responsável pela coleta dos resíduos e o consórcio ficaria responsável pelo transporte e tratamento. O articulador do consórcio o Superintendente Arquicelso Bites, alerta os municípios participantes para que elaborem os seus planos de acordo com as exigências do consórcio, para que surpresas na hora da implantação não ocorram. De acordo com o Arquicelso, as despesas com o projeto é de responsabilidade de todos os envolvidos, uma taxa proporcional ao número de habitantes de cada município seria cobrada, “é importante que cada município contribua, mesmo que seja com um mil reais, isso lhe dará o direito de reivindicar melhorias quando necessário” ressalta o superintendente, além disso, recursos junto ao Ministério das Cidades, ajuda do GDF e do Governo de Goiás podem ser solicitadas.

Na visão do secretário José Francisco, o município de Cocalzinho está bem avançado com relação ao andamento do projeto, “estamos um passo a frente de vários municípios na elaboração do nosso projeto”. Um dos maiores problemas que pode impedir o sucesso do projeto é a conscientização da população no manuseio e separação do lixo (reciclável e não reciclável) nas residências. Para tratar desse problema o secretário informa que já possui um projeto piloto com medidas que ajudarão a resolver o impasse.

Outras Postagens

©2021 - Prefeitura de Cocalzinho de Goiás. Todos os direitos reservados.