.

.

.

Camila Rocha toma posse como Superintendente da Mulher e da Vigilância Socioassistencial

       Camila Rocha tomou posse como Superintendente da Mulher e da Vigilância Socioassistencial na última quarta-feira (11/1). A solenidade que contou com a presença de autoridades e representantes da sociedade civil, foi realizada no Centro de Referência à Assistência Social (CRAS)

       No discurso de posse, Camila comentou sobre a importância de estruturar a pauta dos direitos da mulher e combater a violência de gênero no município.
“Durante a minha gestão, quero está a serviço de outras mulheres e trazer o resgate da feminilidade. Já são 30 anos desde a emancipação do município e, até hoje, nunca tivemos uma equipe ligada exclusivamente às mulheres. Tenho como objetivo realizar roda de conversa para cuidar da área emocional, realização de curso para trabalhar a defesa da mulher, curso de qualificação para o mercado de trabalho, valorização da mulher do lar, como também trazer a carreta da mulher e a realizações de várias outras atividades. Sou grata ao Prefeito Alessandro e ao Secretário de Assistência Social que tiveram um olhar sensível para as mulheres de Cocalzinho de Goiás. Quem ganha é o município”, enfatizou.


       A Superintendente da Mulher e da Vigilância Socioassistencial também destacou eixos de atuação como desenvolver e implementar programas e projetos, visando à promoção da igualdade de gênero e dos direitos das mulheres e a eliminação de todas as formas de discriminação do público feminino.

 
       Camila Rocha foi saudada pelo Prefeito Alessandro Barcelos que destacou a importância das mulheres do município. “Se não fossem as mulheres, não estaríamos aqui. Essa Superintendência é para o nosso povo guerreiro. Não é gasto… É investimento…Temos que incorporar o espírito da coletividade e pensar nos mais necessitados. Vamos dar voz a essas mulheres para elas poderem expressar o que sentem. Temos mulheres de muita qualidade. Vamos fazer a diferença com um tratamento ímpar ao público feminino para podermos continuar progredindo”, afirma.

 
       O Secretário de Assistência Social, Wemerson Nascimento, reforçou o compromisso da atual gestão e falou sobre os benefícios que a sua Secretaria oferecerá as mulheres com o intuito de combater a pobreza menstrual.
“Em breve teremos em nosso município a distribuição de absorvente as mulheres em situação de vulnerabilidade social. O intuito é garantir o acesso à higiene menstrual. É política pública nascendo para cuidar das mulheres e construir ponte para ter gente que ama, zela e que cuida”, disse o Secretário.

 
       A primeira dama Renata Mendes, uma das apoiadoras incondicionalmente da criação da nova Superintendência, incentivou as mulheres em sua fala. Já a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) falou da necessidade de colocar em prática os compromissos com as mulheres do município com políticas públicas de qualidade, o que será feito pela novo órgão criado.

 
       A presidente da Câmara Municipal, Sebastiana Ferreira, em sua fala enfatizou o apoio do Poder Legislativo ao novo projeto destinado as mulheres.
A Superintendência da Mulher e da Vigilância Socioassistencial nasce com o objetivo de assegurar os direitos das mulheres nas áreas de educação, saúde, trabalho, política, entre outras.