.

.

.

Pacientes em condições especiais de saúde receberão atendimento em casa com a implantação do Serviço de Atenção Domiciliar – SAD

       Atualmente no município de acordo com dados da Secretaria de Saúde, cerca de 60 pacientes necessitam de atendimento em domicilio, devido as dificuldades em decorrência do estado clínico, idade, entre outros fatores. Diante dos desafios e visando melhorar o atendimento na rede de saúde municipal, fazendo com que essas pessoas que mais precisam sejam assistidas independentes das dificuldades, o prefeito Alessandro, o secretário de saúde Gilmar Meneses e as coordenadoras da, Alessandra Fleury e Fabiane Peixoto buscaram a implantação do Programa Serviço de Atenção Domiciliar com duas equipes, Equipe Multidisciplinar de Atenção Domiciliar (EMAD) e Equipe Multidisciplinar de apoio (EMAP), que irão atender essas pessoas em condições especiais.

       As equipes terão os seguintes profissionais em sua composição, médico, enfermeira, técnicas em enfermagem, nutricionista, assistente social, psicólogo e fisioterapeuta.

       Durante seu pronunciamento o prefeito Alessandro agradeceu o empenho do secretário e das coordenadoras, pediu para que as equipes formadas façam o melhor trabalho possível para atender os pacientes que serão assistidos pelo programa, além de ressaltar que esse também é projeto em parceria com o Poder Legislativo, colocado em pauta ao Executivo por meio de requerimento da vereadora Claudia Gomes.

       “Uma inovação, atualmente na regional de saúde em que fazemos parte, somos o terceiro município a implantar esse modelo”, destacou o prefeito

       Na apresentação do programa e da equipe, tivemos também a presença dos demais vereadores (Edimar Bezerra, Robson Castro, Wermerson Nascimento e Elson Soares), além do chefe de gabinete Ivaldo, coordenadora do CAPS Elaine e representantes da regional de saúde. Para os atendimentos teremos um corpo técnico composto por Médico, Enfermeira, Técnicas em Enfermagem, Nutricionista, Assistente Social, Psicólogo e Fisioterapeuta. De acordo com o levantamento realizado pela equipe da Saúde, atualmente são cerca de 60 pacientes no município que precisam desse atendimento especial.